domingo, 20 de abril de 2014

MEMBRO: Suely Ribella

.

SUELY RIBELLA
Santos - SP
.
*Suely Ribella nasceu em Santos (SP).  É Advogada, escritora, poeta.
Autora de cinco livros: “Meus Caminhos”, “Encantos”, “Outros Sonhos”, “Sentidos” e “Quase Nada”. Além de inúmeras participações em Antologias, Coletâneas e Mostras Poéticas no Brasil e em Portugal. Participa ainda de vários sites e blogs.
*É Acadêmica Imortal da Academia de Letras do Brasil; é Acadêmica Imortal da Academia de Letras do Brasil/Seccional Suiça; é Acadêmica Imortal da Academia de Artes, Ciências e Letras de Iguaba Grande/RJ.
Alguns Prêmios:
*Medalha do Mérito Lítero Cultural Euclides da Cunha, no grau de Acadêmica, outorgada pela Academia de Letras do Brasil/Suiça;
*Prêmio Diamonds of Arts and Education, outorgado pela Associação ABRASA em parceria com Sociedade Européia de Belas Artes;

*Prêmio Intercultural Latino-Americano de Cultura, promovido em parceria com a Literarte – Associação Internacional de Escritores e Artistas, ALG - Academia de Letras de Goiás e ABRAMES – Academia Brasileira de Médicos Escritores e outorgado na Cidade de Rosário, na Argentina;
*Medalha da Ordem do Mérito Os Sertões, no grau Oficial, outorgada pela Academia de Letras do Brasil-Suiça;
*Comenda da Paz Nelson Mandela, no grau de Comendadora, outorgada pelo Conselho Internacional dos Acadêmicos de Ciências, Letras e Artes (CONINTER) e a Ordem Federativa de Honrarias ao Mérito (OFHM);
*Troféu Cecília Meirelles, indicada por ser destaque no cenário brasileiro, será homenageada no evento “Mulheres Notáveis” (abril/2014) e que ocorre anualmente em Itabira, Minas Gerais.
*Conheça um pouco mais a autora em: http://suelyribella.blogspot.com.br/
.
SAL

Sal da lágrima
que beija meu rosto...
Sal do suor
que invade meu corpo...
Sal do sol
que me bronzeia...
Sal do beijo
que me desperta...
Sal do desejo
que me desnorteia...

Sal da terra
que procuro ser...
Sal que me salva...
Sal da vida...
Sal que me tempera...
Sal...
que me ajuda a viver...
    
(NO MEU LIVRO "MEUS CAMINHOS")

.
.

SONHANDO

Uma suave brisa de outono,
vem me beijar, me acordar,
e um solzinho tímido ainda,
pela janela, quarto a dentro,
vem  pra vida me chamar...

Mas não me tiram do sonho,
do meu constante sonhar...
Sonho dormindo, acordada,
sonho de  noite, de dia,
sonho em qualquer lugar...

Enquanto essa brisa suave,
pra pertinho de você
insiste em me transportar,
eu aceito o convite do sol
e vou à praia caminhar...

Vou caminhando, sonhando,
e sonhando até sorrio...
que bom seria encontrar,
você, meu caso perdido,
que eu não canso de amar...

(NO MEU LIVRO "ENCANTOS")

.
.


SUSTO

Vivemos ocupados,
andamos distraídos,
negando atenção
ao coração...
Um dia acordaremos
lembrando de nós...
e não perceberemos
que passou da hora,
já fomos embora...
A vida e a morte
sempre se encontram,
não dá pra fugir,
não dá pra enganar,
elas estão
em todo lugar...
São boas de briga,
vence a melhor,
a mais esperta,
a morte é certa...

(NO MEU LIVRO "OUTROS SONHOS")

.
.


SEDUZIDOS

Teus olhos
magnetizam,
penetram,
desnudam,
tudo arrepiam
de fora pra dentro,
de dentro pra fora,
num cuidado
estudado,
para depois,
consciente
dos teus poderes,
sorrires,
cínico que és...
Com esse sorriso,
acabas de vez
com qualquer pudor...
e em pouco tempo
és tu a pedir água...

(NO MEU LIVRO "SENTIDOS")
.
.


SAUDADE DE VOCÊ 

Agarrou-me, a saudade, de tal jeito,
se me rondava, agora não me larga,
meu corpo todo dói, não só o peito,
assim vai me tornando a vida amarga.

Não passa o dia, a espera desencanta,
já não suporto mais esta ansiedade,
a perturbar à noite, o sono espanta,
aos poucos, me consome sem piedade.

Livra-me dela com teus braços fortes,
tira-me dela com teu corpo quente,
além de mim, com mais nada te importes.

Quase não sei de mim, se estou vivendo,
já não sei mais o que é estar contente,
esta saudade está me enlouquecendo.

(NO MEU LIVRO "QUASE NADA") 



10 comentários:

  1. Alguns merecidos prêmios e condecorações, dentre tantos que ainda virão...!!

    ResponderExcluir
  2. Minha querida poetisa,

    A sua inspiração é divina. Seu versejar é lindo. Ele transmite, mesmo quando os versos choram, uma beleza inenarrável. Parabéns! Sou sua profunda admiradora.

    Sucesso!

    Bjs recheadinhos de carinho!

    Mazé Carvalho

    ResponderExcluir
  3. Lindass adoroo!!! sucesso pra vc amada suely..bjinhoooo

    ResponderExcluir
  4. Parabéns amada todas lindass!!!

    ResponderExcluir
  5. ah, suely ribella...
    há anos acompanho teus escritos... hoje tenho-os em minha cabeceira, sempre lendo um de teus poemas antes de adormecer... levam-me à um sereno mundo de sonhos...
    os prêmios por ti recebidos, poucos o são por teu imenso talento para com as palavras, para com o lirismo que empresta aos teus leitores e leitoras, em belas rimas...
    sucesso sempre, minha querida amiga e...
    beijos gratos em teu coração...

    ResponderExcluir
  6. Parabéns por tudo isso, e por tudo que ainda há de vir.

    ResponderExcluir
  7. Parabenizo ,essa grande poetisa Suely , um lindo trabalho com as letras.
    Prêmios e condecorações merecidas.

    ResponderExcluir
  8. Um mais que brilhante soneto decassílabo heroico eu acabei de ler, assim como outras belas poesias. Além de advogada e escritora, também participante na elaboração de um ótimo prefácio do meu primeiro livro "Em todos os sentidos", Suely é uma amiga virtual que mora no meu coração. Sucesso poetisa! Te desejo tudo de bom e do melhor do que há para se seguir e conquistar, nesta nossa caminhada de batalhas literárias. Meu forte abraço!

    ResponderExcluir
  9. Suely, não há o que comentar além de dizer o quanto você encanta com os seus versos românticos e belos, fruto de sensível alma poética apoiada por invejável base cultural! Prêmios, títulos e distinções mais, muito mais que merecidas, apenas justo reconhecimento que lhe é devido!

    ResponderExcluir
  10. Parabenizo minha amiga Suely, por suas poesias maravilhosa, condecorações mais que merecidas.
    Sucesso !!!

    ResponderExcluir