sábado, 7 de abril de 2012

MEMBRO: Maria Beatriz Silva

Maria Beatriz Silva
Maria Beatriz Silva, nascida em Laje do Muriaé– RJ. Sua essência é a poesia, o amor é sua base para todo começo. Conhecida por todos no seu caminho literário com o pseudônimo Flor de Esperança. Executiva para Avaliação de Contas Médicas Hospitalares. Exerce a função de assessora adjunta da Secretaria Municipal de Cultura. Poetisa, escritora, trovadora. Assessora do Intercâmbio Cultural do Portal CEN – Portugal; colunista do Jornal da Cidade Online; locutora da rádio virtual Sonho sem Fronteiras, de Portugal; presidente fundadora da Associação Cultural de Laje do Muriaé – RJ; Agente Cultural. Cônsul dos Poetas Del Mundo; membro efetivo da AVSPE; delegada acadêmica representante municipal da Academia de Letras, Artes e Ciências de Rio das Ostras (ALACRO), cadeira nº 1; confreira da CAPPAZ; membro ativo de vários portais literários no Brasil e em Portugal. Tem participação em várias antologias poéticas; recebeu premiação de segundo lugar de poesia em trovas pela Casa MAC  Belo Horizonte – MG; Moção de Aplausos pela Câmara de Vereadores; Título de Cidadã Benemérita; autora do Portal CEN – Portugal desde 2008. Tem livros virtuais publicados e hospedados em Portugal.

Meus textos são baseados na vida, na natureza, na luz e no amor, direcionados para o nosso interior como ensinamento de aprender a lidar com nossos sentimentos, buscando luz, caminho, para as adversidades, e sempre amando e distribuindo muito amor, procurando viver bem, fazendo perceber a luz que temos no nosso interior, a força, as atitudes; por vezes ignoramos a riqueza,
 o belo que possuímos – que, se usarmos, poderemos fazer grande diferença. O Amor, ah! Esse me move e é a base para toda construção. 
Sigo na direção da luz que sempre me conduz ao amor. Amo amar-me, dou a ti todo o amor de mim!

Maria Beatriz SilvaContato:
Celular: (22) 99155602
Caixa Postal:
Nº 121- 249
CEP.: 28300-971/Brasil


DIA DE PLANTAR E COLHER!

Mais um dia... Despertei-me!
Obrigada Senhor! Bom dia vida!
É hora de plantar e colher
Esse dia é meu para viver e escolha fazer.

Deus me deu amor, sonho, vida...
E esperança renascida
Com simplicidade e leveza
Vou tomar decisões com firmeza

Minha fraqueza de ontem,
Será a fórmula mágica
Para hoje me fortalecer.

Não vou esperar que a vida,
Pregue-me uma peça e prenda-me por um fio,
Hoje é o meu tempo...
Minha escolha será com confiança.

Vou começar agora nova semeadura
Colhendo os melhores frutos da minha procura
Vou amar com força o amor
Resgatar o meu melhor valor.

A vida é a poesia mais bela e inexplicável
Que Deus escreveu com amor para nos oferecer.
A vida é terra fértil, para plantar e colher
Vou lançar a melhor semente
Que só eu posso escolher

Quero uma coisa a cada tempo
Esse tempo não sou eu a determinar
será no tempo certo, no tempo Deus.

Que Deus seja meu único universo
Ajudando-me a refazer meu inverso
Que ELE possa penetrar em minha vida
E no meu coração fazer moradia

Em ti Senhor eu confio
Porque o Senhor me ama e me conhece!

Maria Beatriz Silva


É urgente!

É urgente um sorriso de paz
É urgente a fé o amor
Que em si cada ser humano traz
É urgente tirar do coração o rancor

É urgente buscar alegria
Viver a vida com toda magia
Colorir o mundo, usar fantasia...
Pintar cada traço com positiva energia

É urgente sonhar, realizar
Estender a mão e o irmão respeitar
É urgente, perdoar, acreditar, amar...
Um caminho novo encontrar

É urgente carinhos multiplicar
Descobrir rosas, céu azul, mar...
Manhãs de primavera...
Silenciando toda a guerra

É urgente destruir a maldade
Trazer somente felicidade
Afastar a crueldade
Voar livre, viver com liberdade.

É urgente que cada ser vivente
Ame a vida, ame o amor
Viva contente, alegremente
Plantando semente do bem por onde for

É urgente novo mundo inventar
Para a nova geração viver
É urgente amar... Amar...
E no amor permanecer!

Maria Beatriz Silva



SAUDADE

Saudade é viajar na ausência
Revivendo o belo que ficou na lembrança
É um aperto no peito que a gente sente 
Sem saber de onde vem

Saudade é a luz do alvorecer
Que tua ausência congelou
Impedindo o florescer
Do nosso amor que no passado ficou

Hoje para a saudade amenizar
Te descrevo nos meus versos
Confidencio com a lua
Te procuro nas estrelas no mar
Tentando buscar o inverso
Caminhando pelas ruas

Para não sentir tanta dor
Vou vivendo de lembranças
Do teu beijo doce nos meus lábios tatuado
Do teu perfume no meu corpo impregnado
Saudade que faz dos meus dias esperança
 Saudade que me faz semeadora do amor

Maria Beatriz Silva


3 comentários:

  1. Parabens Beatriz!
    Muito sucesso.
    J.Hilton

    ResponderExcluir
  2. Obrigada J.Hilton pelo carinho e atenção
    luz e amor no seu caminhar
    beijos no coração
    Beatriz

    ResponderExcluir
  3. Obrigada Delasnieve, pela acolhida carinhosa
    paz, luz e amor no seu caminhar
    beijos no coração
    Beatriz

    ResponderExcluir